1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Comida boliviana

Galeria Fotos
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
Com seus aijís, mocochinches e saltenãs, os bolivianos também fazem parte do vocabulário gastronômico de São Paulo. Veja o que encontrar na Feira Kantuta, no Pari
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
Maíz (cou choclo) em espiga: o milho é a base da cozinha boliviana. Há diversas espécies à venda, como este de grãos grandes, que podem enriquecer pratos e sopas
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
Maíz em grãos: tem o clarinho, o morado (mais escuro), o amarelo. Os milhos são um convite para a criatividade na cozinha
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
Ajís ardidos: as pimentas são um tesouro andino. Estão a granel, na Feira Kantuta, ou no molho llajua, que acompanha alguns pratos
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
La papas: é farta a oferta de batatas. Há as rajadas, as pretas, as brancas e as marrons – todas com sabor forte
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
Sopa de maní: caldo restaurador feito à base de amendoim, é um clássico boliviano. Este é da barraca de Doña Vicky
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
Dulcíssimo mocochinche: o pêssego desidratado é fervido com cravo, canela e açúcar. Evo Morales quer que a bebida substitua a Coca-Cola na Bolívia
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
El buñuelo: massa fria de farinha, é comida como sobremesa. Na Kantuta acompanha o api, bebida roxa e quente feita com milho escuro
Julia Rettmann/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
Salteñas fumegantes: duas baracas se dedicam a essa espécie de empanada, mais líquida por dentro, para comer com colher
Julia Rettmann-Divulgação/AE 16/08/12
Conheça as delícias da culinária boliviana
A Feira Kantuba fica na Rua Pedro Vicente, na altura do número 600, no Pari, em São Paulo. Funciona aos domingos, das 11h às 19h