1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Telas roubadas

Galeria Fotos
"Campo de Papoulas Perto de Vétheuil", Monet; "Conde Lepic e suas Filhas", Degas; "Pinhão em Flor", Van Gogh; e "Rapaz de Colete Vermelho" (1888), na foto, Cézanne, roubadas em Zurique no domingo, 10 "Tête de Cheval" (1962) e "Verre et Pichet" (1944), na foto, de Pablo Picasso, foram roubadas do centro cultural da cidade suíça de Pfaffikon, em 6 de fevereiro de 2008 e ainda não foram encontradas "A Dança" (1956), Picasso; "Os Dois Balcões" (1929), na foto, Dalí; "Marine" (1880-1890), Monet; "Jardim de Luxemburgo" (1903), Matisse, foram roubadas no Rio em 2006 e não foram recuperadas até hoje "O Grito" (1893), na foto, e "Madonna" (1894), de Edvard Munch, foram roubadas do Museu Nacional de Oslo, em 2004 e encontradas em 2006. "O Grito" ficou seriamente danificado "A Fortificação de Paris" (1878), na foto, de Van Gogh; "Pobreza" (1903), de Picasso; e "Paisagem do Taiti" (1891-1893), de Gauguin foram roubadas em 2003 na Grã-Bretanha e encontradas na mesma semana Obra "Casal", do artista Lasar Segall, foi roubada da Estação Pinacoteca na quinta, 12 de junho. Três homens invadiram o local e levaram ainda dois trabalhos de Picasso e outro de Di Cavalcanti "Mulheres na Janela", pintura de 40X49, de Di Cavalcanti, 1926, foi roubada da Estação Pinacoteca, em SP, na quinta, 12 de junho. Ladrões levaram ainda duas obras de Picasso e outra de Lasar Segall "Minotauro, Bebedouro e Mulheres" (1933), gravura de Pablo Picasso foi roubada da Estação Pinacoteca em SP na quinta, 12 de junho "O Pintor e seu Modelo", de Pablo Picasso, foi roubada da Estação Pinacoteca em SP na quinta, 12 de junho. Homens invadiram o local e levaram mais uma obra de Picasso, de Segall e de Di Cavalcanti
< >
< >