1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Tremor no Haiti

Galeria Fotos
Criança é atendida por equipes de socorro em Porto Príncipe, capital do Haiti Casa destruída pelo terremoto que atingiu o Haiti na terça-feira Desabrigados vítimas do terremoto se reúnem nas ruas destruídas de Porto Príncipe Caminhonete carrega feridos; autoridades estimam que 3 milhões foram afetados pelo tremor Palácio Presidencial ficou completamente destruído; sede da ONU também desabou Equipes de socorro buscam por vítimas em meio aos escombros, em Porto Príncipe Atendentes da Comissão de Emergências Dominicana atendem a chamados vindos do Haiti Edifícios ficaram arrasados na capital; epicentro do tremor ocorreu a apenas 16 km de Porto Príncipe Vítima do terremoto procura ajuda; número de mortos e feridos ainda não foi calculado Jovem recebe atendimento médico no hotel Villa Creole, em Porto Príncipe Terremoto atingiu 7 graus na escala Richter Homem socorre uma criança nas proximidades do hotel Villa Creole, em Porto Príncipe Casa destruída na cidade de Thomassin, cerca de 19 km ao leste de Porto Príncipe Técnico de instituto francês que estuda abalos sísmicos, aponta o epicentro do terremoto no Haiti Na Alemanha, organização humanitária enviará kits de primeiros socorros para vítimas do terremoto Na Alemanha, organização humanitária enviará kits de primeiros socorros para vítimas do terremoto Vítima com rosto coberto de poeira aguarda por atendimento médico, em Porto Príncipe A médica Zilda Arns, fundadora da pastoral da Criança, morre vítima do terremoto que atingiu o Haiti Palácio Presidencial, em Porto Príncipe, é destruído após terremoto de 7 pontos na escala Richter Homem ferido carrega sua filha morta nos braços pelas ruas de Porto Príncipe Menino descansa em muro destruído após terremoto Moradores de Porto Príncipe procuram por sobreviventes em escombros Feridos descansam do lado de fora da catedral de Porto Príncipe Após terremoto, militares checam danos ao quartel general da ONU Moradores passam por escombros de edifícios em Porto Príncipe Palácio presidencial antes e depois do terremoto Vista aérea de Porto Príncipe depois da destruição causada pelo terremoto Menino senta sobre os escombros da antiga escola Mulher ferida carrega seu filho nos braços enquanto caminha em direção ao hospital Carro coberto de escombros após o terromoto em Porto Príncipe, no Haiti, nesta quarta-feira, 13. Uma criança feriada em uma calçada de Porto Príncipe no terremoto que destruiu o palácio presidencial, a catedral, hospitais, escolas, a prisão da cidade e todas as casas próximas. Buscas às vítimas continuaram durante toda noite em Porto Príncipe Gunsly Milsoit consola Leo Pierre, que perdeu sua esposa e uma irmã no terremoto Equipe de resgate procura por desaparecidos em área onde havia um prédio de quatro andares Haitiano segura uma criança no colo dentro de um abrigo improvisado em Porto Príncipe Ricardo Arduengo/AP Tendas foram montadas em área descampada para atendimento às vítimas, em Porto Príncipe Vista aérea das ruínas da catedral, no bairro de Bel Air Homens do Corpo de Bombeiros do DF embarcam em avião da Força Aérea Brasileira rumo a Porto Príncipe Sobrevivente observa os corpos que se acumulam no Hospital Geral de Porto Príncipe Bandeira do Brasil a meio mastro no Batalhão de Infantaria de Lorena,SP Haitianos caminham em frente ao cemitério atingido pelo terremoto Voluntários procuram por vítimas nos escombros de uma escola em Porto Príncipe Vista lateral da catedral destruída em Porto Príncipe Roselyn Joseph chora pela filha morta, Emanuela Aminise Sobreviventes do terremoto tomam banho em praça pública de Porto Príncipe Duas pessoas procuram por vítimas entre centenas de corpos, em Porto Príncipe Várias pessoas carregam caixão com corpo de vítima, em Porto Príncipe Várias pessoas buscam alimentos na capital haitiana Velório da Dra. Zilda Arns no Palácio do Governo do Paraná, em Curitiba Segurança haitiano tenta manter a ordem onde pessoas esperam em fila por gasolina Quatro sobreviventes ao terremoto no Haiti desembarcam do avião da FAB na Base Aérea do Galeão, RJ Chegada de militares brasileiros feridos, que estavam no Haiti, à Base Aérea de Guarulhos, SP Militar ferido que estava no Haiti chega à Base Aérea de Guarulhos, SP Volta de militares sobreviventes do Haiti emociona familiares Corpos dos mortos do terremoto em Porto Príncipe continuam no chão do necrotério da cidade Água é distribuída para população desabrigada em Porto Príncipe Missão humanitária enviada por Portugal chega ao Haiti Paraquedistas americanos desembarcam no país caribenho para auxiliar na distribuição de ajuda Soldados do Minustah acompanham funeral de Hedi Annabi e Luiz Carlos da Costa, mortos no terremoto O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, averigua pessoalmente os trabalhos de busca e ajuda Suprimentos doados por palestinos que serão enviados ao Haiti Cerca de 200 haitianos foram enviados a Orlando, na Flórida, em um avião americano Trabalhos de busca a sobreviventes soterrados continua Presidente Obama conversa com a Cruz Vermelha Americana sobre a opração de resgate dos haitianos sobreviventes Cantor haitiano, Wyclef Jean, chora ao contar da experiência da volta do país afetado pelo terremoto População luta por um pouco de água em Porto de Príncipe População haitiana saqueando as lojas no centro da cidade de Príncipe Grupo de refugiados caminham por uma estrada em Porto Príncipe Uma criança pede ajuda a um soldado, em Porto Príncipe Missa é celebrada no Rio de Janeiro, em memória à médica Zilda Arns, morta no terremoto do Haiti Imagens de destruição em Porto Príncipe, capital do Haiti Ramy Eline, sobrevivente do terremoto no Haiti, não descuida da aparência Equipe do Corpo de Bombeiros do Brasil busca por sobreviventes no hotel Montana Exército brasileiro distribui alimentos para população em Cite Soleil, em Porto Príncipe Haitianos fazem fila para receber alimentos do Exército brasileiro Anna Zizi é retirada dos escombros, após quase uma semana soterrada Hotteline Lozama, de 26 anos, sorri após ser retirada dos escombros por uma equipe de resgate francesa Francois Mori/AP Haitianos brigam entre si em fila de distribuição de alimentos, em Porto Príncipe Haitiano caminha em frente aos escombros da catedral de Porto Príncipe
< >
< >