1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Um ano da tragédia

Galeria Fotos
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Cerca de 200 manifestantes participaram de uma passeata e um protesto diante do prédio do Ministério Público do Rio Grande do Sul, em Santa Maria, para pedir a inclusão de mais réus nos processos contra responsáveis pela tragédia da boate Kiss, nesta segunda-feira.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Os familiares das 242 vítimas da tragédia, que completou um ano neste 27 de janeiro, entendem que as denúncias oferecidas pelo Ministério Público à Justiça não apontam todos os culpados e querem que os funcionários públicos, inclusive o prefeito Cezar Schirmer (PMDB), também sejam denunciados por falhas na emissão de alvarás e fiscalização municipais.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
O Ministério Público sustenta que, apesar do clamor, não há previsão legal para o enquadramento de tais pessoas, a não ser que surjam fatos novos em dois inquéritos policiais que ainda estão em andamento.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Os manifestantes colocaram 242 balões brancos nos muros do prédio do Ministério Público, sentaram no asfalto da rua que passa em frente e permaneceram quase uma hora no local gritando palavras como "justiça" e "acorda Santa Maria". Depois da manifestação, o grupo se dispersou.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
A presidente Dilma Rousseff usou nesta segunda-feira, 27, seu perfil no Twitter para falar sobre um ano da tragédia. "Passado um ano da tragédia em Santa Maria, a tristeza ainda está viva em nossos corações", escreveu, acrescentando que lembra "de cada mãe, de cada pai que abracei. Fui como presidenta oferecer conforto. Como mãe e avó, me uni na dor às famílias das vítimas".
Luca Erbes/Futura Press/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Um ano após a tragédia da boate Kiss, Santa Maria vai andar em ritmo lento nesta segunda-feira, 27, para reverenciar a memória dos 242 mortos no incêndio. A prefeitura decretou luto oficial. O comércio vai abrir, mas muitas lojas exibirão laços brancos e colocarão rosas nas vitrines. Durante a madrugada, cerca de 100 pessoas fizeram vigília e pintaram 242 corpos no asfalto da Rua dos Andradas para lembrar cada um dos mortos na tragédia.
Luca Erbes/Futura Press/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Pelo menos cinco cultos religiosos estão previstos e, entre o fim da tarde e o início da noite, haverá manifestação pública na Praça Saldanha Marinho. O incêndio ocorreu na madrugada de 27 de janeiro do ano passado. A investigação policial mostrou que, durante um show pirotécnico da banda Gurizada Fandangueira, uma faísca atingiu o revestimento de espuma do teto. A fumaça tóxica, composta por cianeto, matou a maioria das vítimas por asfixia. A tragédia deixou ainda pelo menos 600 feridos.
Luca Erbes/Futura Press/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Para marcar o primeiro ano do incêndio, a Associação das Vítimas e Familiares de Vítimas da Tragédia de Santa Maria (AVTSM) programou o Congresso Internacional Novos Caminhos - A Vida em Transformação, evento que começou no sábado e termina nesta segunda-feira, 27. As atividades voltaram-se para o tratamento de traumas, prevenção de desastres, exibição de um filme sobre a tragédia e convivência de familiares e vítimas.
Evelson de Freitas/Estadão 19/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Pais que perderam filhos disseram que se mantêm em estado de luto permanente e fazem da luta pela condenação dos culpados e pela segurança de quem sai para se divertir a razão de suas vidas. "Fazer esse serviço é uma forma de superar o trauma", disse Sérgio Silva, que perdeu um filho no incêndio.
Evelson de Freitas/Estadão 19/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
"É inconcebível pensar que a dor passa, ela nos acompanha para sempre", disse Nilda Cruz, mãe de um estudante morto na boate Republica Cromañón, em Buenos Aires, em 30 de dezembro de 2004. "Se vamos viver assim, temos de fazer algo, colocar os responsáveis na cadeia e trabalhar pela memória de nossos filhos", afirmou.
Evelson de Freitas/Estadão 19/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Portando um cartaz com a foto da filha Rafaela Schmidt Nunes, morta aos 18 anos, o técnico em telefonia Jorge Alberto dos Santos Nunes, de 51, um dos 300 inscritos no congresso, resumia a dor de todos. "Voltei a trabalhar 20 dias depois da tragédia, mas tive de me ausentar de novo em agosto, por depressão, e permaneço afastado desde então", contou.
Evelson de Freitas/Estadão 19/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
"No convívio com as outras pessoas, a gente até sorri, mas é falso", disse Nunes. Em meio à tristeza, ele observa que a vida mandou um sinal. Uma filha de 27 anos que dificilmente conseguiria engravidar, segundo opinião de médicos, está esperando o neto Pietro. "Deus o mandou para amenizar um pouco nossa dor."
Evelson de Freitas/Estadão 19/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Os familiares lutam também pela responsabilização dos acusados de causar a tragédia e pedem punição de fiscais omissos da prefeitura, de bombeiros, dos donos da casa noturna e dos músicos da banda.
Evelson de Freitas/Estadão 19/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
"Não é o caso de vingança, mas queremos que todos os envolvidos paguem dentro da culpabilidade que cada um tem, até como exemplo para que isso não se repita", disse o presidente da AVTSM, Adherbal Ferreira. "Se não houver punição, não haverá paz em nossas vidas."
Evelson de Freitas/Estadão 19/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Quatro dos acusados - os músicos Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão, e os empresários Elissandro Callegaro Spohr e Mauro Londero Hoffmann - vão a júri popular sob a acusação de homicídios qualificados com dolo eventual.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
A tragédia na boate Kiss é assunto quase proibido no prédio do Centro de Ciências Rurais da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Dos 242 mortos, 65 estudavam ali, onde estão os cursos de Agronomia, Engenharia Florestal e Medicina Veterinária.
Evelson de Freitas/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Qualquer aluno ou professor muda imediatamente a feição e o tom de voz ao conversar sobre aquele 27 de janeiro. Em algumas turmas, lembrar dos colegas que não sobreviveram foi oficialmente vetado.
Germano Rorato/RBS/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Os psicólogos que fazem o acompanhamento de 80 alunos do centro orientam seus pacientes a não falar daquela madrugada nas salas de aulas ou nos encontros fora da faculdade. A maior parte desses estudantes conseguiu escapar no início do incêndio.
Germano Rorato/RBS/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Alguns carregam queimaduras nos braços e oito se recuperam de lesão pulmonar. A festa era organizada pela 89.ª turma de Agronomia - dos 36 alunos da sala, 10 morreram.
Juliano Mendes/Futura Press/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Em nenhum outro lugar de Santa Maria a tragédia mudou tanto a rotina e a vida das pessoas quanto no prédio das Ciências Rurais. "Eu consegui sair logo com as primeiras pessoas. Nem consigo falar muito sobre isso. Agora, então, que está completando um ano, para mim está pior. É muito difícil", relata uma das sobreviventes, Daniele Aguiar, de 23 anos, aluna de Agronomia.
Germano Rorato/RBS/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Ela continua em tratamento psicológico, assim como seu colega de classe Gabriel Madalosso, de 20 anos, que também foi socorrido com vida da Kiss. Um núcleo da UFSM com quatro psiquiatras e quatro psicólogos dá suporte emocional aos 2.400 estudantes do Centro de Ciências Agrárias.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
No mês passado, a Associação dos Familiares das Vítimas e Sobreviventes da Tragédia na Boate Kiss compareceu ao Congresso Nacional para cobrar a aprovação de uma lei nacional sobre prevenção e combate a incêndios. Apesar da repercussão da tragédia, o tema não avança no Legislativo.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Um dos motivos é a dúvida jurídica sobre o tema. Ela surge quando a Constituição estabelece que a fiscalização de espaços públicos e suas regras - incluindo a fiscalização de incêndios - é de competência de Estados e de municípios. Dessa forma, muitos deputados e senadores temem que a adoção de lei federal, mesmo que complementar, acabe sendo futuramente contestada nos tribunais.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
No entanto, as associações de vítimas consideram que caberia justamente a uma lei federal disciplinar a responsabilidade de Estados e municípios pela não fiscalização. Como o assunto também é discutido no Ministério da Justiça, muitos parlamentares ainda esperam um anteprojeto do Executivo.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Em maio, chegou a ser aprovado no plenário do Senado o relatório da Comissão Temporária para Levantamento da Legislação Pertinente à Prevenção e Combate de Incêndios no Brasil. Entre outras medidas, propunha-se um Código Nacional de Segurança Contra Incêndio e Pânico; regulamentação das atividades dos Corpos de Bombeiros Militares e dos bombeiros civis, municipais e voluntários; padronização dos procedimentos operacionais para bombeiros; e programa educacional nas escolas.
Agência Brasil/Divulgação 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
O texto final dessa comissão foi encaminhado para servir como subsídio para os trabalhos da Câmara. Um texto que reúne diversas propostas prevê, por exemplo, que o poder público municipal e o Corpo de Bombeiros Militar ficariam obrigados a "manter disponíveis, na internet, informações completas sobre todos os alvarás de licença ou autorização, laudos concedidos a estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público". Não há data prevista para a análise do texto em plenário.
Evelson de Freitas/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Kellen Ferreira (foto), de 20 anos, estudante de terapia ocupacional na UFSM, está entre os 42 sobreviventes da boate Kiss socorridos em estado grave na madrugada da tragédia. Um ano após aquele 27 de janeiro, todos ainda lutam para expelir a fuligem acumulada nos pulmões, contaminados pela fumaça tóxica que matou, por asfixia, a maior parte das 242 vítimas fatais do incêndio. A voz deles perdeu potência, a tosse nunca para e o cansaço chega depois de poucos passos.
Evelson de Freitas/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
Alguns sobreviventes passam o dia com um gosto de "borracha queimada" na boca. Outros relatam sentir, quando respiram, o mesmo cheiro da fumaça que tomou conta da boate em menos de três minutos - eles tomam medicamento diário para expelir um catarro negro acumulado nos brônquios. Kellen luta para retomar os movimentos das mãos, além de passar por inalações diárias para se recuperar de uma lesão pulmonar grave.
Evelson de Freitas/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
"É como se eles tivessem fumado por mais de cem anos em três minutos", afirma Ana Cervi Prado, médica coordenadora do Centro Integrado de Assistência às Vítimas de Acidente (Ciava), um ambulatório montado pelo Ministério da Saúde exclusivamente para recuperar os feridos. Eles vão ficar pelo menos os próximos cinco anos em tratamento. Quase um ano após aquela madrugada de horror, Kellen voltou às aulas, está novamente morando sozinha em Santa Maria e parece pouco se importar com as cicatrizes.
Evelson de Freitas/Estadão 27/01/14
Incêndio na Boate Kiss completa um ano e sobreviventes continuam em tratamento
É na sala de espera do ambulatório, que funciona dentro do Hospital Universitário, no campus da UFSM, que muitos sobreviventes da Kiss se tornaram amigos e confidentes. É ali que encontram sintonia e compreensão para desabafos de uma vida que não para de oscilar entre momentos de alegria, pela nova chance de viver, e a angústia gerada por uma rotina pouco comum entre jovens universitários. Algumas vítimas carregam cicatrizes de queimaduras que comprometeram movimentos de braços, mãos e pernas.